O CANAL DE NOTÍCIAS DO PORTAL CATALÃO
www.catalaonoticias.com.br
categorias
    • ENQUETE
      A partir de agosto, o consumidor não poderá mais pagar a conta de energia elétrica nas lotéricas. Qual a sua opinião?
      Selecione uma opção abaixo.
      Acho errado, pois vai dificultar o pagamento
      Acho certo, se não houver aumento na conta
      Nada muda
  • 10 de Jul / 2018 - Saúde
    Secretário da Saúde de Goiás alerta população para necessidade de vacinação
    Sete cidades goianas têm 50% ou menos das crianças vacinadas contra poliomielite e sarampo
    Sete cidades de Goiás têm 50% ou menos das crianças vacinadas contra poliomielite e sarampo (que faz parte da dose conhecida como Tríplice Viral), segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES-GO).

    Sete cidades goianas têm 50% ou menos das crianças vacinadas contra poliomielite e sarampo (Foto: Ilustrativa/Internet)

    Os municípios são: Ouro Verde de Goiás, Abadiânia, Novo Planalto, Faina, Baliza, Moiporá e Portelândia. O secretário da pasta, Leonardo Vilela, afirmou que a situação é preocupante e que as pessoas que não vacinam os filhos colocam toda a população em risco.

    “De 3, 4 anos para cá os responsáveis têm deixado de levar crianças para vacinar. Com isso, estão criando uma população desprotegida que pode, a qualquer momento, ver a reintrodução de vírus. As pessoas dessa geração não vivenciaram os casos graves [dessas doenças]; e hoje são uma ameaça à saúde da população”, afirmou.

    Conforme o Ministério da Saúde, a poliomielite é conhecida popularmente como “paralisa infantil”. A doença pode causar paralisia que começa de forma repentina e pode afetar desde só as pernas, até o corpo inteiro, comprometendo até a respiração. O vírus havia sido erradicado no Brasil em 1990.

    A contaminação da doença ocorre por contato “fecal-oral (mais frequentemente), por objetos, alimentos e água contaminados com fezes de doentes ou portadores, ou pela via oral-oral, através de gotículas de secreções da orofaringe (ao falar, tossir ou espirrar)”.

    No caso do sarampo, cuja imunização é feita através da vacina Tríplice Viral, o Ministério da Saúde alerta que é uma doença “extremamente contagiosa” e pode ser transmitida através do contato com secreções. Os primeiros sintomas são parecidos com os da gripe, mas evoluem ainda para o aparecimento de manchas vermelhas pelo corpo. As mortes relacionadas com a doença ocorrem, muitas vezes, por causa de complicações no quadro.

    O secretário disse ainda que a SES-GO participará da campanha nacional de vacinação contra as doenças, que está prevista para ocorrer entre os dias 6 e 31 de agosto de 2018. O objetivo será imunizar 346.364 do total de 346.626 crianças em Goiás. No entanto, além da campanha, os pais podem levar os filhos que têm mais de 1 ano e menos de 5 para se vacinar nos postos de saúde mesmo fora desse período.

    Dados preocupantes

    Informações da SES-GO mostram que nos últimos dez anos, a imunização da população contra as doenças caiu. No caso da poliomielite, a cobertura caiu de 104,18% em 2008 para 57,75% em 2018 em todo o estado. Já o sarampo teve o índice de 108,94% passando a 68,2% no mesmo período.

    G1 Goiás

    0
    Comentários
PORTAL CATALÃO INTERNET SERVICE LTDA
20 de Agosto, 1882, sala 1 e 2, Centro - Catalão - GO
(64) 3411-0748
e-mails
comercial@portalcatalao.com.br
financeiro@portalcatalao.com.br
ascom@portalcatalao.com.br
equipe
João Luiz Ribeiro, Bruno Felício, Jefferson Machado, Vinícius Ramos, Sibylle Machado, Laisse Calaça, Juliana Ribeiro.
SUBIR PÁGINA