O CANAL DE NOTÍCIAS DO PORTAL CATALÃO
www.catalaonoticias.com.br
categorias
    • ENQUETE
      Você é a favor ou contra o cancelamento do horário de verão?
      Selecione uma op��o abaixo.
      A favor
      Contra
  • 11 de Set / 2019 - Brasil
    Contra privatização, Correios decretam greve em todo o país
    A categoria é contra a privatização da estatal, que foi incluída no plano de privatizações do governo no mês passado
    Os funcionários dos Correios decretaram greve sem tempo definido em todo o país. A categoria se coloca contrária a privatização da estatal e as últimas declarações da agência que afirmou que precisa reduzir salários e benefícios. A decisão de parar surgiu após a estatal rejeitar mediação feita pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) com funcionários. Segundo nota divulgada no site da Federação Interestadual dos Empregados da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Findect), "a decisão foi uma exigência para defender os direitos conquistados em anos de lutas, os salários, os empregos, a estatal pública e o sustento da família". 

    Funcionários dos Correios decretaram greve sem tempo definido em todo o país (Foto: Reprodução). 


    Os trabalhadores exigem que o reajuste salarial de 0,8% seja reconsiderado, assim como a remoção de pais e mães do plano de saúde como dependentes, melhores condições de trabalho e outros benefícios. SSegundo informações dos sindicatos dos trabalhadores dos Correios, a empresa quer retirar também vales alimentação e refeição.
    Em Catalão, a agência da Rua Raimundo Gomes segue funcionando normalmente, pois a paralisação na cidade se deu apenas pelos funcionários de entregas, carteiros. 
    Privatização 
    A categoria é contra a privatização da estatal, que foi incluída no plano de privatizações do governo no mês passado. De acordo com Amanda, a medida afeta os trabalhadores e a população, pois, cidades mais isoladas não vão ter acesso ao serviço postal por não gerarem receita. “Hoje, 324 cidades dão lucro para os Correios, que mantém o serviço em todo o país, mais de 5 mil municípios. É direito da população, está na Constituição. Se não houver o monopólio, as empresas privadas não vão agir da mesma forma.”
    Em nota divulgada no site dos Correios, o presidente da instituição, Floriano Peixoto Vieira, anunciou que a estatal detém um prejuízo acumulado de quase R$ 3 milhões, resultado da crise econômica do país, da diminuição do envio de cartas, “de gestões temerárias e da corrupção (Postalis)”. Segundo a nota, o Acordo Coletivo 2019/2020, que trata os interesses da estatal e dos funcionários, foi negociado “a princípio, diretamente com os representantes dos trabalhadores e, posteriormente, contando com a mediação do TST.” 
    Segundo o documento, é necessário que sejam realizadas ações emergenciais para saldar o débito acumulado pela empresa e gerar fluxo de caixa. “As propostas de acordo apresentadas pela empresa se fundamentam em estudos elaborados com base no cenário atual, ou seja, considerando as possibilidades financeiras e os altos custos operacionais para manter sua competitividade”, explica o presidente. “É preciso que todos ajam com responsabilidade e engajem seus esforços para que os Correios recuperem as suas finanças e preservem seus valores. Não podemos parar agora.”
    Presente em 5.570 municípios brasileiros, os Correios possuem o monopólio dos serviços postais de correspondência desde sua fundação, em 1969. Sem utilização de recursos do Tesouro Nacional, a estatal se mantém por meio de renda gerada por atividades próprias e pela oferta de serviços de logística integrada e de correspondente financeiro. São entregues pela empresa mais de 1 milhão de encomendas em todo o país, diariamente. 
    Fonte: Correio Braziliense. 

    0
    Comentarios
PORTAL CATALÃO INTERNET SERVICE LTDA
20 de Agosto, 1882, sala 1 e 2, Centro - Catalão - GO
(64) 3411-0748
e-mails
equipe
João Luiz Ribeiro, Bruno Felício, Jefferson Machado, Vinícius Ramos, Sibylle Machado, Laisse Calaça, Juliana Ribeiro.
SUBIR PÁGINA