O CANAL DE NOTÍCIAS DO PORTAL CATALÃO
www.catalaonoticias.com.br
categorias
    • ENQUETE
      Você é a favor ou contra o cancelamento do horário de verão?
      Selecione uma op��o abaixo.
      A favor
      Contra
  • 10 de Jul / 2019 - Cidade
    Futebol e Inclusão Social
    Pergunta problema: As escolinhas de futebol se orientam pelo processo de interação cooperativa e/ou competitiva?
    É preciso pensar de qual jogo necessitamos? Será que os jogos dos quais nossas crianças participam nas escolas e escolinhas de futebol ajudam a transformar nossa difícil realidade? Será que pedagogicamente está se dando a possibilidade de reflexão, para que nossas crianças descubram através do jogo a melhor maneira de se viver? É preciso refletir mais sobre o “fenômeno” futebol, buscar sua origem como esporte coletivo, sua introdução no Brasil, e a partir daí, toda sua influência na vida social, cultural e política do povo brasileiro, seus personagens, seus encantos e magias. O futebol é um esporte essencialmente coletivo e possui um potencial de interação social incrível.

    Pedro, aluno de escolinha de futebol (Foto: Divulgação)

    O jogo em sua essência nos deixa completamente expostos, basicamente por toda confusão de sentimentos que surge nele. A forma como lidamos com seus desdobramentos nos mostra um pouco do que precisamos superar para que o jogo se torne mais agradável. Tem sido difícil jogar uma partida no fim de tarde com os amigos e até mesmo participar das aulas de futebol em escolinhas especializadas, a cobrança é grande, ninguém pode errar que logo percebemos: um abaixando a cabeça, outro reclamando aos berros, o outro tira o colete e vai embora, o “treinador” faz o pior comentário, o pai cobra na arquibancada, a brincadeira está ficando chata! Os jogos na Tv estão cada vez mais violentos, os árbitros são intimidados, ameaçados, as vezes agredidos fisicamente, os jogadores esqueceram o valor do fair-play e da importância do adversário para o jogo.

    Se limitarmos o futebol apenas como esporte, teremos que analisá-lo dentro de uma concepção capitalista e dessa forma, dando a este o enfoque da livre concorrência, rendimento e produção, estimulando em demasia o processo de interação social competitivo, legitimando a figura do individualismo, da busca por uma posição de destaque (o melhor), um sistema totalmente excludente e inflexível. O futebol deve ser utilizado como agente de interação social que promove o equilíbrio entre cooperação e competição, caso contrário corre-se o risco de modifica-lo em sua essência.

    Todas essas abordagens pautadas sob a ótica de um esclarecimento crítico, reflexivo e emancipatório do esporte futebol no que tange, antes de qualquer coisa, ao seu caráter social formador de pessoas com direitos e deveres, e de entendimento do jogo em todas as suas esferas, com possibilidades do uso da criatividade, garantindo, desta forma, o seu valor lúdico de brincar de jogar bola, sintonizado ao mundo infantil. A partir desta visão pode-se dizer que o futebol não só contribui com o processo de interação social, como também, se credencia como agente de mudanças.

    Texto: Professora Helen Martins

    0
    Comentarios
PORTAL CATALÃO INTERNET SERVICE LTDA
20 de Agosto, 1882, sala 1 e 2, Centro - Catalão - GO
(64) 3411-0748
e-mails
equipe
João Luiz Ribeiro, Bruno Felício, Jefferson Machado, Vinícius Ramos, Sibylle Machado, Laisse Calaça, Juliana Ribeiro.
SUBIR PÁGINA