O CANAL DE NOTÍCIAS DO PORTAL CATALÃO
www.catalaonoticias.com.br
categorias
    • ENQUETE
      O Gov. de Goiás quer finalizar o contrato de concessão da distribuidora de energia Enel. Caso aprovado, a Celg GT volta a operar no estado até que seja feita nova licitação. Qual sua opinião?
      Selecione uma op��o abaixo.
      Eu sou contra
      Eu sou a favor
  • 15 de Jul / 2019 - Cidade
    Motorista bêbado e inabilitado é preso na BR-050, em Catalão
    Segundo a PRF, bafômetro detectou índice que é quase três vezes acima da quantidade considerada crime de trânsito
    Um lavrador de 42 anos de idade foi preso no final de semana, conduzindo um veículo sob efeito de álcool na rodovia BR-050, em Catalão.

    Motorista bêbado e inabilitado é preso na BR-050, em Catalão (Foto: Divulgação PRF)

    De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a ocorrência teve início quando policiais, que estavam em fiscalização de rotina, receberam denúncias de usuários, que informavam que um veículo, VW/GOL vermelho, placas de Catalão, transitava em “zig zag” pela rodovia.

    Segundo a PRF, ao abordar o veículo, o motorista já desembarcou com dificuldade de equilíbrio e com fala desconexa.

    O motorista aceitou fazer o teste do "bafômetro", que acusou 1.18 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, índice que é quase três vezes acima da quantidade considerada crime de trânsito.

    Diante da situação, o motorista foi preso, multado em cerca de R$ 6 mil por embriaguez e por estar sem cinto de segurança, sem equipamentos obrigatórios como macaco e chave de rodas, sem habilitação, licenciamento vencido desde 2009, dentre outras irregularidades. Ele poderá ter o direito de dirigir suspenso por um ano.

    De acordo com a PRF, para não ficar preso, o homem pagou fiança de R$ 700 e foi liberado.

    0
    Comentarios
PORTAL CATALÃO INTERNET SERVICE LTDA
20 de Agosto, 1882, sala 1 e 2, Centro - Catalão - GO
(64) 3411-0748
e-mails
equipe
João Luiz Ribeiro, Bruno Felício, Jefferson Machado, Vinícius Ramos, Sibylle Machado, Laisse Calaça, Juliana Ribeiro.
SUBIR PÁGINA