O CANAL DE NOTÍCIAS DO PORTAL CATALÃO
www.catalaonoticias.com.br
categorias
    • ENQUETE
      Você tem tomado medidas preventivas em relação ao coronavírus?
      Selecione uma opção abaixo.
      Sim
      Não
  • 18 de Nov / 2011 - Economia
    Procon dá alertas para consumidores que compram pela Internet

    O comércio eletrônico tem registrado crescimento acelerado. Somente no início de 2011, o faturamento do setor foi de R$136,85 milhões. Mas há também problemas, como a falta de segurança. Fraudes, golpes, uso indevido dos dados pessoais e demora na entrega do produto já fazem parte da lista de reclamações feitas à Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon Goiás).

    Diante disso, o órgão listou algumas dicas e orientações básicas para auxiliar os consumidores a efetuar com mais segurança suas compras pela internet. No que diz respeito ao site, o recomendável é buscar referências. A escolha criteriosa do fornecedor pode ser decisiva para garantir o atendimento das expectativas.

    Segundo o Procon, o consumidor deve procurar no site a identificação da loja (razão social, CNPJ, endereço, telefone e outras formas de contato além do e-mail). Os cuidados devem ser redobrados quando o site exibir como forma de contato apenas um telefone celular. O ideal é preferir fornecedores que possuam estabelecimentos físicos. Caso seja necessário formalizar uma reclamação junto ao Procon, será preciso fornecer todos os dados da empresa. Informações sobre CNPJ podem ser conseguidas pelo site da receita Federal:
    http://www.receita.fazenda.gov.br/.

    Quanto ao cadastro, o consumidor só deve fornecer os dados pessoais em sites com endereço eletrônico iniciado pela sigla “https” e que exiba no canto direto inferior da tela um ícone em forma de cadeado, o qual indica que o fornecedor possui mecanismos de proteção do cadastro.

    Outra dica é escolher uma senha segura: evitar senhas que já são utilizadas em outros sites, bem como datas de aniversário (sua ou de familiares), número de telefone, palavras conhecidas e sequências numéricas ou alfabéticas (como 123456 ou abcdef). O mais seguro é escolher uma senha com 6 a 12 caracteres, alternando letras minúsculas, maiúsculas e números. Também é importante trocar periodicamente a senha.

    Produto

    Ao adquirir um produto via internet, o consumidor deve verificar suas características. Antes de realizar a compra, precisa analisar a descrição do produto, fazer comparações com outras marcas, visitar a página do fabricante para confirmar as funções e certificar-se que ele supre sua necessidade. Não se esquecer de comparar também o preço e a forma de pagamento em outros estabelecimentos (lojas virtuais e físicas), ressalta o Procon.

    Também é necessário certificar-se de que o produto vem acompanhado de um manual de instruções em português, nota fiscal e garantia de troca. O consumidor pode desistir do contrato no prazo de sete dias a partir do ato do recebimento do produto. Para tanto, deve formalizar o cancelamento, devolver o produto, caso já tenha recebido, e solicitar a devolução de qualquer quantia eventualmente paga.

    Caso o consumidor queira exercer esse direito, o fornecedor não poder exigir que a embalagem não seja violada como condição para aceitar a devolução. Uma boa dica é acessar sites dos fabricantes, de avaliadores independentes ou com opiniões de outros consumidores. Se possível, solicitar a demonstração como forma de conhecer melhor o produto.

    Entrega

    O Procon lembra que a data e o período de entrega devem ser especificados. Muitas vezes o preço exibido no anúncio do produto não contém o custo do envio do produto até a casa. Assim, antes de fechar o pedido, o consumidor deve verificar o valor do frete e a política de troca e devolução dos produtos. Também é recomendável imprimir e guardar todos os documentos que demonstrem a compra e confirmação do pedido (comprovante de pagamento, contrato, anúncios, etc).

    Todo produto durável tem uma garantia de 90 dias, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC), lembra o órgão. É a chamada garantia legal. O fornecedor ainda pode dar outra garantia com o prazo e condições que ele determinar. Essa é uma garantia contratual. Existe ainda a garantia estendida, que de fato não é uma garantia, mas sim um seguro.


    Fonte: Agecom.


    0
    Comentarios
PORTAL CATALÃO INTERNET SERVICE LTDA
20 de Agosto, 1882, sala 1 e 2, Centro - Catalão - GO
(64) 3411-0748
e-mails
equipe
João Luiz Ribeiro, Bruno Felício, Jefferson Machado, Vinícius Ramos, Sibylle Machado, Laisse Calaça, Juliana Ribeiro.
SUBIR PÁGINA