O CANAL DE NOTÍCIAS DO PORTAL CATALÃO
www.catalaonoticias.com.br
categorias
    • ENQUETE
      Você é a favor ou contra o cancelamento do horário de verão?
      Selecione uma op��o abaixo.
      A favor
      Contra
  • 10 de Set / 2019 - Educação
    CMOC publica edital de seleção de projetos
    Instituições sem fins lucrativos que atuem no desenvolvimento socioambiental devem estar atentas ao período de inscrição, que vai de 9 de setembro a 15 de outubro. Iniciativas selecionadas receberão incentivos da mineradora para execução de projetos em 2020.
    A CMOC Brasil iniciou nesta segunda-feira (09) a seleção de projetos voltados ao desenvolvimento socioambiental das regiões onde atua - Catalão e Ouvidor (GO) e Cubatão (SP). As instituições - de caráter público e privado sem fins lucrativos -  interessadas em pleitear apoio financeiro a projetos alinhados à política de investimento social da companhia terão até 15 de outubro para realizarem suas inscrições. 

    CMOC inicia seleção de projetos voltados ao desenvolvimento socioambiental das regiões onde atua. Só em 2019, mais de 5.900 pessoas já são beneficiadas por ações apoiadas pela empresa (Foto: Divulgação). 


    A empresa prioriza iniciativas nas áreas de educação inclusiva e equitativa (cultura, esporte e lazer); qualificação profissional; crescimento econômico e geração de renda; conservação dos recursos hídricos e consciência ambiental e saúde. A oportunidade é para os projetos incentivados, ou seja, aqueles vinculados às leis de incentivo fiscal. 

    O edital está disponível no site www.cmocbrasil.com. Para se inscrever é preciso preencher o formulário digital e enviar a documentação, o que pode ser feito pelo website da companhia.  O resultado da seleção será enviado por e-mail, até 06 de dezembro, para todas as organizações. 
    O objetivo da CMOC é dar sequência ao trabalho social que tem ajudado a mudar a realidade das comunidades locais. Este ano, os 23 projetos apoiados pela companhia - três iniciativas em Cubatão e 20 em Catalão e Ouvidor – receberam repasses de R$ 2,9 milhões.

    Carolina Braz, gerente de Gestão Social da CMOC Brasil, espera grande mobilização das instituições. “A expectativa é atrair iniciativas sólidas, que demonstrem capacidade de gerar transformação social, uma vez que os recursos transmitidos fazem a diferença no desenvolvimento local”, explica.

    De acordo com o edital, serão privilegiados projetos que estejam em consonância com a política de investimento social da empresa e dentro dos recursos disponíveis. Alguns critérios levados em consideração na seleção são: clareza e aplicabilidade, experiência, relevância social, viabilidade e interação com políticas públicas, entre outros pontos.

    Histórico de sucesso

    O programa de patrocínio a ações socioambientais da CMOC é reconhecido por firmar parcerias sólidas.  Há 16 anos, a empresa apoia a Orquestra de Cordas Dedilhadas e Coral Nova Vida, projeto desenvolvido pela Fundação Nova Vida em Catalão. O Projeto Esporte, Cultura e Lazer, que oferece atividades para crianças e adolescentes de Ouvidor possui parceria com a CMOC há oito anos. Já o Instituto Querô e a Banda Sinfônica de Cubatão, que promovem, respectivamente, oficinas audiovisuais e musicalização na Baixada Santista, são patrocinados desde 2012. Em 2019, mais de 5.400 pessoas estão sendo assistidas por iniciativas que contam com a parceria da mineradora. 


    Sobre a CMOC Brasil

    A CMOC Brasil atua no segmento de mineração e beneficiamento de nióbio e fosfatos por intermédio de suas empresas Niobras e Copebras. A Niobras é a segunda maior produtora de nióbio do mundo; e a Copebras, a segunda maior fornecedora de fertilizantes fosfatados do Brasil. A companhia gera 4,6 mil empregos diretos em suas três plantas industriais e duas minas no país.


    Texto: Assessoria CMOC. 

    0
    Comentarios
PORTAL CATALÃO INTERNET SERVICE LTDA
20 de Agosto, 1882, sala 1 e 2, Centro - Catalão - GO
(64) 3411-0748
e-mails
equipe
João Luiz Ribeiro, Bruno Felício, Jefferson Machado, Vinícius Ramos, Sibylle Machado, Laisse Calaça, Juliana Ribeiro.
SUBIR PÁGINA