O CANAL DE NOTÍCIAS DO PORTAL CATALÃO
www.catalaonoticias.com.br
categorias
    • ENQUETE
      Você tem tomado medidas preventivas em relação ao coronavírus?
      Selecione uma opção abaixo.
      Sim
      Não
  • 10 de Mar / 2020 - Goiás
    Bebê de seis meses vítima de maus-tratos morre em Goiânia
    Laudo médico constatou 12 fraturas em várias partes do corpo, marcas de queimaduras e outras lesões antigas e recentes
    A menina de seis meses de idade internada no Hospital Estadual Materno-Infantil Dr. Jurandir do Nascimento (HMI) faleceu na manhã desta terça-feira, 10. A bebê deu entrada na unidade hospitalar no dia 5 de março em estado gravíssimo após ser vítima de espancamento e maus-tratos. O caso aconteceu em Trindade, interior do estado.

    Hospital Materno Infantil (Foto: Reprodução)


    A mãe havia levado a criança em um posto de saúde no Setor Laguna Park, em Trindade, que a encaminhou ao HMI, onde uma médica suspeitou de maus-tratos e chamou a polícia.
    Os pais da criança foram presos como suspeitos do crime na última sexta (6). O laudo médico apontou que a menina sofria agressões repetidamente. Na perícia, foram constatadas 12 fraturas em várias partes do corpo, marcas de queimaduras e outras lesões antigas e recentes.

    Raio - X da criança mostrou diversas fraturas e lesões, recentes e mais antigas (Foto: Reprodução). 


    Crime
    Os pais foram presos na sexta-feira (6) suspeitos de tentativa de homicídio contra a criança. 
    A mãe contou em depoimento que o marido bate na criança desde que nasceu, em setembro passado. A versão dela é que o homem faz uso constante de bebida alcoólica e, na quarta-feira (4), ele chegou bêbado em casa e voltou a agredir a criança enquanto mamava.
    Para a delegada, o pai, de 24 anos, disse que as queimaduras nas mãos e pés foram provocadas pela mãe, com respingos de cera de vela durante uma troca de fraldas quando faltou luz na casa.
    O presidente do Conselho Tutelar de Trindade, Luiz Marcos explica que o corpo será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e aguarda a chegada de um parente de primeiro grau para liberar o velório e enterro.
    Há expectativa, segundo o conselheiro, que a avó materna venha a Goiânia para liberar o corpo, embora a família tenta arrecadar, no momento, dinheiro para pagar a viagem. A família dos pais mora em um povoado no município de Codó, no Maranhão.



    Com informações de: Jornal Opção/G1. 

    0
    Comentarios
PORTAL CATALÃO INTERNET SERVICE LTDA
20 de Agosto, 1882, sala 1 e 2, Centro - Catalão - GO
(64) 3411-0748
e-mails
equipe
João Luiz Ribeiro, Bruno Felício, Jefferson Machado, Vinícius Ramos, Sibylle Machado, Laisse Calaça, Juliana Ribeiro.
SUBIR PÁGINA