O CANAL DE NOTÍCIAS DO PORTAL CATALÃO
www.catalaonoticias.com.br
categorias
    • ENQUETE
      Você é a favor ou contra a flexibilização do isolamento social?
      Selecione uma opção abaixo.
      Eu sou contra
      Eu sou a favor
  • 02 de Dez / 2019 - Goiás
    Polícia desbarata laboratório de Loló
    Após receber informações através do Disque Denúncias, PM de Aparecida de Goiânia encontrou homem fabricando a droga em casa. Substância era comercializada em festas da região.
    Na manhã de sábado (30), em Aparecida de Goiânia, a equipe tática do 42º Batalhão da Polícia Militar (BPM) deteve um homem de 26 anos que produzia em casa a droga popularmente conhecida como “loló”. Além de equipamentos para a fabricação da substância à base de clorofórmio e éter, o homem que reside no setor Jardim Luz, em Aparecida de Goiânia, também possuía  23 comprimidos de ecstasy. 

    O Comando do Policiamento da Capital (CPC) informou que a suspeita veio de informações recebidas via Disque Denúncias. Segundo o  42º BPM/CPC, o detido confessou a produção e comercialização das drogas em festas. O material foi apreendido e o autor encaminhado ao 4° Departamento de Polícia de Aparecida de Goiânia e autuado em flagrante por tráfico de drogas.


    Apetrechos para fabricação da droga, que tem como base éter e clorofórmio (Foto: Reprodução Jornal Opção/ Divulgação / 42º BPM-CPC).


    Loló ou Cheirinho da Loló

    Cheirinho da loló ou loló é o nome popular de um entorpecente preparado clandestinamente baseado em clorofórmio e éter.

    Apesar de não existirem estudos conclusivos sobre dependência, sabe-se que o loló possui diversos efeitos colaterais. No Brasil, foi proibido pelos vários relatos de parada cardíaca pelo uso desta droga, que também está conectada a casos de depressão e de morte quando usada em excesso.

    O loló é usado como inalante; coloca-se um pouco em uma peça de tecido pequena e inala-se pelo nariz ou pela boca. Também é usado diretamente, inalando-se de uma latinha ou garrafa pela boca ou narinas, com efeitos parecidos ao do gás butano.

    As alucinações do loló implicam em desequilíbrio, uma lentidão nos movimentos e vozes ao redor, confusão auditiva e, em alguns casos, visual. O loló também deixa as pessoas mais animadas e avulsas para confusões, o usuário torna-se desinibido e suas pupilas dilatam. Relata-se que algumas pessoas têm como efeito auditivo escutar um som comparado ao de uma ambulância, como um sino.

    Assim como o álcool, a droga induz prazer, euforia, excitação, mas minutos depois do efeito, os efeitos passam para depressão do sistema nervoso. O Loló pode causar danos ao sistema nervoso desde o primeiro uso, são quadros que afentam a cognição, a atenção, a visão e a audição de forma crônica e, muitas vezes, de forma irreversível.




    Fonte: Jornal Opção/Drogas e seus efeitos. 

    0
    Comentarios
PORTAL CATALÃO INTERNET SERVICE LTDA
20 de Agosto, 1882, sala 1 e 2, Centro - Catalão - GO
(64) 3411-0748
e-mails
SUBIR PÁGINA