O CANAL DE NOTÍCIAS DO PORTAL CATALÃO
www.catalaonoticias.com.br
categorias

  • 30 de Nov / 2020 - Goiás
    STJ nega habeas corpus a suspeito de mandar matar advogados em Goiânia
    Advogados foram mortos a tiros dentro do escritório em que atuavam na capital. Fazendeiro teria encomendado o crime após as vítimas ganharem uma ação contra o suspeito.
    O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o pedido de habeas corpus do fazendeiro Nei Castelli, suspeito de mandar matar os advogados Marcus Aprígio e Frank Carvalhaes dentro de um escritório, em Goiânia. A decisão foi proferida pelo ministro Humberto Martins, na última semana.


    Foto: Reprodução Mais Goiás

    Esta foi a segunda vez que a Justiça negou a soltura de Castelli. No dia 20 de novembro, o Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) negou o pedido feito pela defesa do fazendeiro. Na ocasião, o desembargador Nicomedes Borges, da 1ª Câmara Criminal, argumentou que as alegações da defesa do suspeito devem ser avaliadas por um colegiado de desembargadores. No entanto, em avaliação provisória e superficial, argumentou que a prisão preventiva atende critérios de legalidade e determinou que o suspeito permanecesse detido.

    Após a primeira negativa, a defesa de Nei Castelli recorreu ao STJ. No entendimento do ministro Humberto Martins, porém, o habeas corpus não pode ser apreciado pelo órgão, já que não foi examinado pelo Tribunal de origem, no caso o TJ-GO, que ainda não julgou o mérito do writ originário. O ministro também argumentou que não existe ilegalidade na prisão.

    O Mais Goiás entrou em contato com a defesa de Castelli e aguarda um posicionamento.


    Fonte: Mais Goiás

    0
    Comentarios
PORTAL CATALÃO INTERNET SERVICE LTDA
Rua José Saturnino de Castro, 30, Centro - Catalão - GO
(64) 3411-0748
e-mails
comercial@portalcatalao.com.br
financeiro@portalcatalao.com.br
ascom@portalcatalao.com.br
SUBIR PÁGINA