O CANAL DE NOTÍCIAS DO PORTAL CATALÃO
www.catalaonoticias.com.br
categorias
    • ENQUETE
      Você é a favor ou contra a flexibilização do isolamento social?
      Selecione uma opção abaixo.
      Eu sou contra
      Eu sou a favor
  • 22 de Jun / 2020 - Saúde
    Uberlândia volta atrás e fecha comércio não essencial
    Prefeitura voltou atrás depois de explosão de casos de infecção pelo novo coronavírus. Já são 5.482 casos confirmados no município mineiro.
    A Prefeitura de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, voltou atrás e decidiu fechar o comércio não essencial da cidade a partir desta segunda-feira (22), por causa da explosão dos casos de coronavírus e ocupação de leitos de Unidade Terapia Intensiva (UTI) no município, que chegou a 99% na última sexta-feira (19). Na atualização de casos deste domingo (21), Uberlândia tiha 4.482 pacientes confirmados com a COVID-19 e 79 óbitos confirmados pela doença.
     
    A quantidade de casos divulgada pelo Comitê Municipal de Enfrentamento da COVID-19 de Uberlândia supera o numero de pacientes contaminados em Belo Horizonte  do ultimo boletim da Secretaria de Estado de Saúde (SES), desta sexta-feira, que registra 3.789  casos da doença e 90 mortes confirmadas pela doença.
     
    Mas, os dados da SES sobre Uberlândia estão defasados em relação aos boletim da Secretaria de Saúde da cidade do Triângulo, constando ainda 2.608 casos e 51 óbitos por coronavírus em Uberlândia.



    Prefeitura de Uberlândia decreta o fechamento de todo o comércio não essencial (Foto: Reprodução). 




    O fechamento do comércio em Uberlândia para tentar frear a explosão dos casos de coronavirus na cidade foi anunciado no final da tarde sexta-feira, em reunião do prefeito Odelmo Leão (PP) com os integrantes do Comitê Muniicipal de Enfrentamento da COVID-19. Os estabelecimento continuarão fechados por um período de 15 dias.
     
    O secretário municipal de Saúde de Uberlândia, Gladstone Rodrigues, disse que será necessário que os moradores cumpram as medidas de isolamento social para atenuar a propagação do vírus na cidade. Ele alertou que, caso contrário a Municipalidade poderá adotar medidas “mais drásticas”, numa referência ao lockdown (fechamento total).
     
    “Se a população não se envolver, provavelmente, terão que ser adotadas medidas ainda mais drásticas dentro de duas semanas”, advertiu Rodrigues.
    Na mesma linha, o promotor Lúcio Flavio de Faria e Silva, da Promotoria da Defesa de Saúde de Uberlândia, afirmou que a cidade-polo do Triângulo vive “uma situação de guerra”. O representante do MPMG também ressaltou a importância da participação da população no cumprimento das medidas protetivas contra a transmissão do vírus. 
     
    A flexibilização das atividades econômicas em Uberlândia tinham sido iniciadas no final de abril, com os estabelecimentos devendo obedecer a uma série de restrições. O secretário municipal de Saúde disse que a Prefeitura recuou na abertura do comércio ao verificar uma “gradativa aproximação de uma situação de caos”, com o rápido aumento de casos do coronavirus e o esgotamento das vagas de UTI. 
     
    Ele disse que, após a pandemia, houve um aumento de 630% na ocupação de leitos de tratamento intensivo município. Atualmente, a cidade tem 110 leitos de UTI na rede municipal. O prefeito Odelmo Leão anunciou que está providenciando a instalação de mais 10 leitos de tratamento intensivo no município em  caráter emergencial. 
     
    O secretário municipal de Saúde lembrou que a velocidade de transmissão do coronavírus avanço muito nos últimos dias. “A cidade demorou 53 dias para  chegar a  1 mil casos. Foram nove dias para atingir 2 mil caos, mais 6 dias para alcançar 3 mil casos e apenas 5 dias para chegar a 4 mil casos da doença”, relatou Rodrigues.
    Fonte: Estado de Minas/Prefeitura de Uberlândia. 

    0
    Comentarios
PORTAL CATALÃO INTERNET SERVICE LTDA
Rua José Saturnino de Castro, 30, Centro - Catalão - GO
(64) 3411-0748
e-mails
SUBIR PÁGINA