O CANAL DE NOTÍCIAS DO PORTAL CATALÃO
www.catalaonoticias.com.br
categorias
    • ENQUETE
      Você tem tomado medidas preventivas em relação ao coronavírus?
      Selecione uma opção abaixo.
      Sim
      Não
  • 23 de Out / 2019 - Segurança
    CMOC emite nota sobre paralisação em barragem
    Cerca de 200 funcionários da CMOC foram dispensados de suas atividades por 15 dias, por meio de folga remunerada, para realização de estudos técnicos em barragem rejeitos da empresa.
    Em reportagem exibida pela TV Anhanguera, na tarde de ontem (22), foi divulgado o caso da barragem de rejeitos da mineradora Niobrás, localizada no município de Ouvidor. Segundo a reportagem, cerca de 200 funcionários da empresa ganharam folga remunerada nos próximos 15 dias, tudo por conta de que novos estudos técnicos estão sendo realizados na barragem de rejeitos.

    Barragem foi paralisada para realização de estudos técnicos (Foto: Reprodução). 


    A reportagem da emissora de TV, também informou, que uma assembleia entre sindicalistas e trabalhadores em mineração, aconteceu na manhã desta terça-feira, (22).

    Segundo o repórter Arthur Neves, a ideia da assembleia, seria para tranquilizar os cerca de 200 funcionários da mineradora que estão de licença remunerada desde a quinta-feira da semana passada (17/10). Também foi discutido no evento, a forma com o que os funcionários irão receber os seus salários.


    Funcionários receberam 15 dias de folga remunerada (Foto: Reprodução Blog do Badiinho / Facebook). 


    Em um comunicado dirigido aos funcionários, a mineradora informou que a medida de suspender as operações, seria para realização de estudos adicionais na barragem de nióbio. O estudo, segundo o comunicado, é para melhor entender as estruturas das barragens.
    Ao final da matéria, o apresentador disse que a CMOC International Brasil não irá comentar o caso. Já a Agência Nacional de Mineração (ANM), que é ligada ao Governo Federal, informou que as barragens que apresentam problemas ou que estão interditadas, constam no site da companhia, e no site, não têm a barragem da CMOC.
    Em junho deste ano, o Ministério Público local, exigiu na Justiça, a desativação da barragem de rejeitos na mineradora Niobrás, em Ouvidor-GO. Também foi requerido ao Estado de Goiás, que também é réu na ação, a proibição de conceder licença de instalação da obra de alteamento das Barragens de Rejeitos 1A, 1B, 2A e 2B, caso esteja em análise, e a sua suspensão caso tenha sido concedida.
    Também à Niobrás, foi pedida ainda a determinação para que removesse, até o dia 15 de agosto deste ano, as instalações de atividades administrativas, de vivência, de saúde e de recreação situadas à jusante (abaixo) das barragens de rejeitos. Os pedidos foram feitos em ação civil pública proposta pelo promotor de Justiça Roni Alvacir Vargas, diante da recusa da empresa em firmar um acordo extrajudicial, por meio de termo de ajuste de conduta.

    CMOC emite nota sobre paralisação em barragem 
    NOTA DE ESCLARECIMENTO

    Estudos geotécnicos preventivos reforçam nossa constante preocupação com segurança
    Goiás, 23 de outubro de 2019 - Em atendimento à legislação (Portaria nº 70.389/2017, da Agência Nacional de Mineração), a empresa concluiu o relatório de estabilidade de suas barragens durante o mês de setembro e atestou, junto à ANM, que todas estão em conformidade com os requisitos regulamentares existentes.
    No entanto, a empresa decidiu realizar estudos geotécnicos adicionais das barragens, de forma a aumentar a sua base de informações.
    Durante a realização desses estudos adicionais, a empresa entendeu por bem suspender parte de suas operações no complexo de barragens a partir do dia 17 de outubro. 
    Tão logo concluídos os estudos, a Niobras pretende retomar a integralidade de suas operações. A Niobras e o Grupo CMOC reiteram seu compromisso com a segurança de todos e colocam-se à sua disposição.
    A empresa repudia os infundados rumores e imagens não condizentes com a realidade que vem sendo divulgados e assegura que tomará medidas judiciais cabíveis contra os responsáveis assim que identificados.

    ASSESSORIA DE IMPRENSA DA CMOC BRASIL


    Fonte: Blog do Badiinho, com informações da TV Anhanguera e alterações, Portal Catalão. 

    0
    Comentarios
PORTAL CATALÃO INTERNET SERVICE LTDA
20 de Agosto, 1882, sala 1 e 2, Centro - Catalão - GO
(64) 3411-0748
e-mails
equipe
João Luiz Ribeiro, Bruno Felício, Jefferson Machado, Vinícius Ramos, Sibylle Machado, Laisse Calaça, Juliana Ribeiro.
SUBIR PÁGINA