O CANAL DE NOTÍCIAS DO PORTAL CATALÃO
www.catalaonoticias.com.br
categorias
    • ENQUETE
      Você é a favor ou contra a flexibilização do isolamento social?
      Selecione uma opção abaixo.
      Eu sou contra
      Eu sou a favor
  • 16 de Jun / 2016 - Tecnologia
    Aplicativo desenvolvido por estudante da UFG Catalão pode contribuir para aumentar doações de sangue
    Projeto Sangue do Bem foi criado pelo engenheiro de software Fernando Henrique da Silva
    Criar na população o hábito solidário da doação de sangue é um dos objetivos do Dia Mundial do Doador de Sangue, celebrado no dia 14 de junho. Em Catalão, um aplicativo de celular desenvolvido por um estudante de mestrado da Universidade Federal de Goiás (UFG) poderá contribuir para criar uma rede nacional de doadores de sangue.

    Aplicativo permite encontrar doadores compatíveis mais próximos (Imagem: Reprodução site Sangue do Bem)

    O 'Sangue do Bem' foi criado pelo engenheiro de software Fernando Henrique da Silva, acadêmico do Programa de Pós-Graduação em Modelagem e Otimização, que identificou a necessidade de uma alternativa mais eficiente para os pedidos de doação que frequentemente surgem nas redes sociais.

    O aplicativo está em fase de testes e, por enquanto, atende o hemocentro de Catalão. "Serão feitas entrevistas com responsáveis de outros hemocentros a fim de captar mais apoiadores e aumentar a abrangência do aplicativo", explica Fernando Henrique. Ao se cadastrar, o usuário se conecta a uma rede de doadores e donatários de sangue. A busca de participantes por ordem de semelhança de perfil ajudará a encontrar os mais próximos com compatibilidade sanguínea.

    O Sangue do Bem ainda fornece atualização sobre a rede, localiza hemocentros mais próximos e disponibiliza informações sobre o processo de doação de sangue. O usuário também pode receber uma notificação quando seu tipo sanguíneo está em falta na sua região. "Pensamos em tornar fácil o contato das pessoas com a doação de sangue, tornar os usuários mais próximos e trabalhar o apelo pessoal e social de uma forma mais direta", acrescenta o idealizador do projeto.

    Como o aplicativo faz parte de sua dissertação de mestrado, Fernando Henrique explica que muitas funcionalidades ainda passam por reavaliação e melhorias. Uma das ideias, por exemplo, é classificar o perfil com alta frequência de doações com o nível de "herói". A comprovação seria feita por um código digital (QR Code) fixado na parede do hemocentro, por meio do qual o usuário registra a doação usando o celular.

    O aplicativo será disponibilizado para Android e iOS. Mais informações sobre o projeto estão disponíveis no site www.sanguedobem.com.br. O aplicativo pode ser baixado no Google Play ou neste link.

    Assessoria de Imprensa UFG

    1
    Comentarios
PORTAL CATALÃO INTERNET SERVICE LTDA
20 de Agosto, 1882, sala 1 e 2, Centro - Catalão - GO
(64) 3411-0748
e-mails
SUBIR PÁGINA